Historia de Montes Claros

Um pouco da historia de Montes Claros, a maior cidade do Norte de Minas Gerais, sendo considera a cidade polo da região, no estado fica em 6ª em número de habitantes no estado de MG.

Em Moccity é o resumo do Norte de Minas, é onde se encontra as características culinária, arroz com pequi e carne de sol, a festa dos catopés, reinados, marujos, caboclinhos e pastorinhas, e palco também de uma das maiores festas agropecuárias do de Minas Gerias, a Expomontes é um dos momentos do ano mais aguardados pelos moradores.

Os dois maiores grupos de tradição folclóricos da cidade de Montes Claros são grupos o Banzé e Zabelê, são responsáveis por promover em diversas regiões as manifestações folclóricas de moccity.

Alguns dos moradores de Montes Claros são famosos por suas habilidades e grande talento, como Godofredo Guedes, Beto Guedes, Zé Côco do Riachão, Yuri Popoff, músicos reconhecidos nacionalmente que são da cidade de moccity.

Os grandes nomes das artes plásticas montesclarenses são: Yara Tupinambá, Kosntantin Christoff, Godofredo Guedes, Sérgio Ferreira, Carlos Muniz, Márcia Prates, João Rodrigues, Walmir Alexandre e Felicidade Patrocínio.

As obras literárias de Cyro dos Anjos, Darcy Ribeiro, Amelina Chaves e Cândido Canela, levaram o nome da cidade de Montes Claros para autientica os talentos montesclarensesse.

Toda a história de Montes Claros iniciou-se ainda no século XVII, os bandeirantes Antônio Gonçalves Figueira pertencia a bandeira Fernão Dias, foram os responsáveis por desbravar o sertão Norte Mineiro, no seu trajeto mataram índios.

No ano de 1701, Gonçalves Figueira criou a Fazenda Montes Claros, que tinha uma légua de largura por três de comprimento, nos registros indica que fica na cabeceira do Rio Verde, no lado esquerdo, por onde se via dois montes, chamado morro dois irmãos.

Algum tempo após a criação da Fazenda Montes Claros, o local se tornou um importante centro de comércio e passagem dos bandeirantes, principalmente o comércio de gado. Entretanto, apesar do sucesso da localização da fazenda Montes Claros, Antônio Gonçalves Figueira se muda para a cidade de Santos abandonando o Sertão Norte Mineiro.

A fazenda Montes Claros ficou sobre a tutela do filho de Antônio Gonçalves Figueira, Manoel Ângelo Figueira pouco tempo depois se desfez da fazenda, o novo proprietário José Lopes de Carvalho, era muito católico e fez uma capela a primeira de Montes Claros, capela Nossa Senhora da Conceição.

Com o grande fluxo de pessoas graças ao comércio de gado e a ligação das capitanias de Minas Gerais e Bahia, logo a capela da cidade ficou rodeada de casas formando um arraial conhecido como arraial das formigas.

No dia 13 de outubro de 1831, o arraial das formigas passou a ser chamada de Vila de Montes Claros da Formigas, graças a lei 802 sancionada no dia 3 de julho de 1857 a vila se tornou a cidade de Montes Claros.

A população de Montes Claros cresceu muitos nos últimos anos, veja a evolução do numero de moradores.

1960 – 102.117
1970 – 116.486
1980 – 177.302
1991 – 250.062
2000 – 306.947
2010 – 361.971
2018 – 409.341

A cidade de Montes Clara é um dos lugares mais bonitos que já vi. A arquitetura é simplesmente deslumbrante e as pessoas são muito amigáveis. Eu absolutamente amei a atmosfera da cidade. Há algo sobre a forma como os edifícios estão situados e as cores dos azulejos que fazem você se sentir feliz. A cidade também é muito segura e o transporte público está sempre no horário.

Em última análise, minha escolha de morar na cidade de Montes Clara foi baseada no fato de que eu achei o equilíbrio perfeito entre seguro, bonito e chato. Eu não queria viver em uma cidade cheia de pessoas ocupadas e barulho avassalador. Eu queria uma cidade tranquila e fácil de se locomover. Encontrei isso em Montes Clara. Gostei muito de morar na cidade de Montes Clara e com certeza a recomendaria para quem procura uma cidade tranquila, bonita e segura para morar.

Deixe um comentário